Pelo último censo, Sistinas conta com mais de 370 mil habitantes, o que faz dela uma das grandes metrópoles do mundo moderno. Os pontos de interesse que aparecem sempre nos guias turísticos são:

Mapa de Sistinas
Mapa urbano da Cidade de Sistinas
  1. Catedral de Nossa Senhora; a mais antiga igreja de Sistinas. Muito conhecida pelos enormes vitrais recentes de um renomado artista.
  2. Grande catedral; com suas torres gêmeas, foi a primeira escola para garotas da região. Hoje em dia funciona como a faculdade de Teologia.
  3. Catedral de Sistinas; a maior igreja de Sistinas, conhecida por sua torre adornada com um enorme relógio circular vindo direto da Suíça.
  4. Princess of the Night; clube da alta sociedade. Tanto o clube em si quanto a região ao redor ganha vida apenas quando a noite cai. É onde acontece a vida noturna da cidade.
  5. Avenida 13; famosa rua de compras de Sistinas, mais de 1km de extensão. Acompanha a linha de trem e o lago.
  6. Campos Elísios; o lugar mais nobre da cidade, onde moram as celebridades, como artistas, músicos famosos e políticos.
  7. Ópera; construída por arquitetos vienenses. Tem no total 1100 assentos, bem conservados e se utiliza também de alta tecnologia. Espetáculos renomados no mundo todo se apresentam aqui.
  8. Museu; coleção permanente da história da cidade. Várias exibições de uma variedade de temas relacionados à Sistinas.
  9. Observatório de Algol; a torre data de 1914. O observatório apenas abre quando a visibilidade do céu é boa. Logo abaixo está o mais alto bar de Sistinas (Aces High bar) que tem uma bela panorâmica da cidade e seus arredores.

  10. Malorum Esca Voluptas: O prazer é o alimento dos males
    Malorum Esca Voluptas: O prazer é o alimento dos males

    A águia bicéfala de Lagash presente no brasão de Sistinas é um dos símbolos mais antigos do mundo. No passado, durante o glorioso império Bizantino, uma cabeça (a da esquerda, leste) simbolizava a toda-poderosa Roma, e a outra cabeça (da direita, oeste) era Constantinopla. Os tempos mudaram e o eixo do mundo também; em Sistinas nos dias atuais essa simbologia parece ter se perdido, retratando uma misteriosa dualidade. O símbolo máximo dá as costas a si mesmo, dizem os ocultistas e detratores do brasão, que também alegam que a simbologia é a da cristandade e da morte: a cabeça que olha para o oeste, direção onde morre o Sol, terra dos demônios e da morte, é oposta ao Cristo, que as sagradas escrituras referenciam como "Oriente".

    O leão armado e em posição de ataque como "suporte" ao lado do escudo, representa a força, nobreza e bravura da cidade em seus primeiros anos de fundação. E novamente, a cauda dupla remete à dualidade. O outro suporte é o grifo, criatura com corpo de leão e cabeça de águia: o leão é considerado o rei dos animais, e a águia o equivalente dos pássaros, então essa criatura mística, de uma majestade ímpar, é considerada a guardiã do poder divino. Imagens antigas do primeiro brasão da cidade mostravam anjos como suportes, no lugar das bestas feras.

    A cor predominante no Brasão de Sistinas é o vermelho-sangue, simbolizando seu passado guerreiro. O lema, em bom latim, Malorum esca voluptas, sentencia: "O prazer é o alimento dos males".


    Agora, você está pronto(a) para devorar os Contos de Vampiros. Apenas cuidado! Você pode encontrar suas depravações espelhadas em personagens que lhe acompanharão site adentro.

Mostre seu ♥ deixando comentários

Voltar aos ContosVoltar aos Contos